Muitos transtornos alimentares – compulsão alimentar – têm as questões emocionais como alavancas para os consumos alimentares excessivos e por consequência o aumento do peso e gordura corporal.

A ansiedade e o stress, podem provocar uma má higiene do sono e isso eleva os níveis de cortisol no sangue, contribuindo para uma produção excessiva de gordura corporal. Se as noites são mal dormidas, fisiologicamente ocorre uma descompensação nos níveis de açúcar no sangue e uma maior vontade de comer doces.

A meditação fornece ao nosso corpo físico vibração celular de modo a reequilibrar a multiplicação celular e um turnover energético correcto.

Técnicas como a meditação levem a um aumento da actividade do sistema nervoso parassimpático implicando melhores noites de sono, maior controlo nos consumos de alimentos ricos em açúcar, um estado melhor de presença no aqui e agora aquando das escolhas alimentares e nas refeições.

Partilhar

Deixe uma resposta