Consultas de Nutrição Especial

A Alimentação Funcional tem como objectivo o consumo de alimentos ricos em nutrientes que tenham um impacto benéfico no organismo. A prioridade aquando de uma alimentação funcional é evitar a disbiose. A disbiose é um desequilíbrio na população das bactérias do intestino – microbiota – e uma inflamação ao nível da parede intestinal, tornando-a permeável a substâncias inflamatórias para a corrente sanguínea. Quando há alteração da microbiota aparecem as doenças inflamatórias, diabetes, perturbações do humor, depressão, obesidade, etc. Nos indivíduos obesos a redução do tecido adiposo e o consumo de alimentos funcionais, promove uma microbiota mais saudável.

Alimentação Anti-Aging: Ao longo da vida há um decréscimo gradual da eficiência nas funções fisiológicas e bioquímicas do organismo, que aceleram o envelhecimento. Neste sentido, devemos Inibir o stress oxidativo através do consumo de alimentos ricos em antioxidantes, que combatem os radicais livres e aumentam a eficiência na multiplicação celular e a sua longevidade. Alimentos como os morangos, mirtilos, framboesas, pimentos, tomate, beterraba, brócolos, feijão, grão-de-bico, lentilhas, entre outros alimentos coloridos, contribuem para retardar o envelhecimento celular. O funcionamento do trânsito intestinal e uma excelente integridade da parede celular é cada vez mais, fulcral para impedir que ocorra inflamação ao nível da parede intestinal, caso haja reacções de agressão a parede intestinal vai-se iniciar uma cascata de outras reacções fisiológicas que amentam os radicais livres no organismo e a disfunção hormonal e metabólica acelarando o envelhecimento.

Alimentação Anti-Cancro – Segundo Warburg (1931) a alimentação e um estilo de vida Antifisiológico é a solução! As células num ambiente de acidez são privadas de oxigénio, tornam-se cancerígenas e alimentam-se da glicose provida da alimentação. Os consumos alimentares devem promover um ambiente alcalino, com oxigénio para que as células sadias promovam a sua correcta multiplicação celular. Um comportamento que acidifica o sangue é ficar mais de 3 horas sem comer. Alimentos acidificantes: açúcar, pão branco, sal, gordura (manteigas, queijos, carnes gordas, bolachas, refrigerantes, alimentos industrializados no geral). Alimentos alcalinos: água, frutas, legumes, leguminosas, keffir, iogurte e queijo fresco, azeite, frutos secos, sementes, peixes, batata-doce, arroz integral, massas, batata com casca, aveia, centeio, cevada, Aloe vera. Um comportamento para alcalanizar o organismo é a prática de actividade física.

A Alimentação Macrobiótica tem um pressuposto que assenta na filosofia chinesa em haver equilíbrio entre a bipolaridade de tudo o que rodeia, como exemplo, noite e dia. Neste sentido também os alimentos são classificados em Yin e Yang o que resulta nas atitudes e na saúde do homem. Graficamente a pirâmide macrobiótica considera o padrão alimentar consumir diariamente cereais integrais, vegetais e leguminosas, seguindo-se o peixe, as frutas, sementes e frutos oleaginosos. Alimentos como a carne, ovos e lacticínios devem ser consumidos esporadicamente ou retirados da alimentação.

O Flexitarianismo é uma combinação entre o Flexível e o Vegetarianismo. Muitas vezes as pessoas praticam um regime alimentar reduzido em carne ou passam muito tempo sem comer carne, o que não significa que sigam a filosofia Vegan! O Flexitarianismo restringe, mas não drasticamente a carne, há sobretudo uma preocupação por consumo de proteína de origem vegetal. Os benefícios deste tipo de alimentação para a saúde são inúmeros: diminui o risco de doença cardiovascular e acidente vascular cerebral; estudos constatam que há uma diminuição em cerca de 2kg, por isso maior consumo de vegetais e menor consumo de produtos de origem animal pode ajudar indivíduos a controlar o peso corporal; populações com uma alimentação baseada em produtos vegetais em detrimento de produtos animais têm uma maior longevidade em cerca de 2 anos; estudos referem que indivíduos com síndrome metabólica beneficiam com este regime alimentar – é considerado síndrome metabólica quando apresenta 3 destes indicadores – intolerância á glucose ou diabetes, obesidade abdominal, níveis

A Alimentação Ayurveda em primeiro lugar classifica o individuo de acordo com a sua constituição – Prakriti. O Prakriti divide-se em três humores, ou seja, tipos principais de características do humano, denominadas de Vata, Pitta e Kapha, que são os tipos puros. Para a manutenção da vida e da saúde estes três humores têm de estar em equilíbrio através de condições básicas e uma delas é a alimentação. A alimentação tem de ser adequada a cada Prakriti. Por outro lado os alimentos possuem energia, ou seja, os alimentos possuem Gunas, que de acordo com a sua qualidade podem se dividir em Sattva, Rajas e Tomas. Os alimentos Sáttvicos mantem o organismo limpo. Os alimentos Rajásicos podem causar dor e doença. Os alimentos Tamásicos produzem peso e inercia.

Deixe uma resposta