Alimentação & Terapias Holísticas

A ansiedade e o stress faz parte do instinto natural de “luta ou fuga” no ser vivo, o que diminui a resposta do sistema nervoso parassimpático, impedindo o corpo de relaxar e funcionar normalmente. Permanentemente elevados níveis de adrenalina no organismo, a longo prazo, pode levar a uma má higiene do sono e isso eleva os níveis de cortisol no sangue, contribuindo para uma produção excessiva de gordura corporal. Por sua vez há uma maior necessidade de doces ao longo do dia para colmatar ao nível cerebral este descontrolo.

Numa fase anterior á medicação, deverão ser explorar outras técnicas que levam a um aumento da actividade do sistema nervoso parassimpático implicando melhores noites de sono, maior controlo nos consumos de alimentos ricos em açúcar, um estado maior de presença no aqui e agora aquando das escolhas alimentares e nas refeições.

Poderá ser uma mais-valia, em detrimento dos químicos e numa fase inicial, praticar actividades de relaxamento a fim de baixar os níveis de ansiedade e encontrar um equilíbrio, nas 4 dimensões de um individuo – Físico, Mental, Emocional e Espiritual.

Sessões de meditação guiada mostram-se cada vez mais, opções uma reparação celular e por vezes inversão da patologia que está a despontar. Sabe-se que a somatização da doença física, ou seja, a doença é o resultado de um desequilíbrio já existente ao nível emocional, mental e espiritual. A meditação fornece ao nosso corpo físico vibração celular de modo a reequilibrar a multiplicação celular e um turnover energético correcto.

Outra opção é o Reiki – processo de autocura – em que o aluno passa por um período de purificação energética, ou seja, as toxinas e impurezas armazenadas em forma de lixo energético, são armazenadas no corpo físico ao longo da vida, provocando a oxidação das nossas células levando ao aparecimento de certas doenças. Este processo de limpeza tem uma duração no mínimo de 21 dias e os consumos alimentares são muito importantes. É necessário um consumo abundante de chás e de água, para expulsar as toxinas e regenerar as células, bem como de sumos de fruta naturais. Por outro lado recomenda-se uma alimentação mais natural, como um consumo preferencial de legumes, leguminosas, ovos e peixe. Evitar as carnes vermelhas, produtos transformados e álcool.

Deixe uma resposta